Mamíferos Terrestres, Aquáticos e Voadores | Características e Exemplos | Resumo

Mamíferos terrestres, aquáticos e voadores

Os mamíferos podem ser terrestres, aquáticos e voadores. Nesse artigo entenderemos a diferença e as características e exemplos desses diferentes animais em um resumo completo.

Resumo: Mamíferos terrestres, aquáticos e voadores

Os Mamíferos são animais terrestres por excelência. As espécies aquáticas apresentam, em geral, forma hidrodinâmica, e entre elas estão os gigantes do reino animal: a baleia-azul é o maior animal que já existiu. A densidade da água facilita o deslocamento de uma massa volumosa, e as dimensões dos animais marinhos estão em relação direta com a facilidade que têm de movimentar-se.

O contrário ocorre com os animais terrestres, obrigados a despender grande quantidade de energia para seu deslocamento: as toupeiras, sob a terra, e os morcegos, nos ares, constituem bons exemplos desse fato.

Entenderemos abaixo um pouco mais sobre esses grupos: Mamíferos terrestres, aquáticos e voadores.

Características dos mamíferos terrestres, aquáticos e voadores

Confira a real diferença e veja exemplos interessantes dos Mamíferos aquáticos, terrestres, e voadores.

Mamíferos aquáticos

Em um sentido mais amplo, a biosfera compreende apenas dois tipos de ambiente: o meio aquático e o meio terrestre. O primeiro é, sem dúvida, o mais rico, e todos os grandes grupos de animais estão ali representados. Na verdade, compreende dois biociclos distintos: os mares— Talassociclo – e as águas doces – Limnociclo.

mamiferos-aquaticos-exemplo-golfinhos

A diferença de salinidade impede que, em sua maioria, as espécies de água doce e de água salgada se misturem. Os animais aquáticos podem ser grupados em três categorias principais: o pláncton, o nécton e o bento. O plânclon é constituído por seres microscópicos, em suspensão na água, que são transportados pelas correntes e marés.

Alimentação

Composto de plantas e animais, o plâncton é importante por servir de alimento à fauna aquática, inclusive as baleias. O nécton é formado pelo conjunto de animais aquáticos capazes de nadar. O bento é constituído pelo conjunto de organismos sésseis, isto é, que se prendem ao substrato submerso.

As águas salgadas recobrem 77% da superfície do globo. Há cerca de um bilhão de anos a vida aparecia nos mares onde hoje pululam os organismos que constituem cadeias comparáveis às que descrevemos para a variada fauna terrestre: plantas verdes produzindo matéria orgânica, organismos consumidores e organismos degredadores.

Exemplos de mamíferos aquáticos Baleia

Mamíferos terrestres

O grupo dos mamíferos terrestres são menos homogêneos que o aquático.

Artrópodes e Vertebrados constituem os grupos dominantes. A distribuição dos animais na superfície da terra é determinada, em grande parte, por fatores físicos, que tanto podem ser de natureza geográfica como topográfica.

cadela-amamentando-os-filhotes

Certas semelhanças entre a fauna sul-americana e a fauna africana são explicadas pelo fato de os dois continentes haverem sido unidos em épocas remotas – antes do aparecimento dos Mamíferos.

A ruptura da antiga massa continental e o deslize das terras emergentes isolaram aqueles grupos. A Austrália permaneceu ilhada após haver recebido seu contingente de Mamíferos primitivos, não tendo ali chegado os Placentários, com exceção dos Quiropteros, que têm meios especiais de dispersão: o vôo. Sua fauna, até a chegada dos colonos europeus, era constituída apenas por Monotremos e Marsupiais. A distribuição geográfica depende, também, das possibilidades de dispersão das espécies e da sua introdução, voluntária ou acidental, pelo homem.

Exemplos de mamíferos terrestres:

Mamíferos voadores

Os morcegos são os únicos mamíferos voadores pela mesma razão que as aves assim como os insetos são os únicos artrópodes voadores.

Os morcegos são o animal representativo deste grupo. Os morcegos têm muitas características incomuns. Eles não podem andar muito bem porque a pele atinge as pernas dianteiras e traseiras. Ele voa à noite e fica em cavernas e outros lugares escuros durante o dia. Pendurado de cabeça para baixo pelas garras de suas patas traseiras. Eles se parecem com ratos voadores.

mamiferos-voadores

Os morcegos comem insetos, embora o morcego vampiro beba sangue. Os morcegos voam em total escuridão e têm uma audição aguçada. Eles ouvem sons e ecos para guiar seu vôo.

Os morcegos podem ser úteis para ingerir insetos, mas podem ser prejudiciais, já que podem carregar germes como a raiva.

Exemplos de mamíferos voadores

Distribuição dos mamíferos nos continentes

Os Mamíferos terrestres, aquáticos e voadores aparecem em todos continentes, nas grandes ilhas e em todos os mares. Na Antártida, os Pinípedes habitam as costas litorâneas. Apenas as ilhas que nunca estiveram ligadas a continentes não contam com Mamíferos terrestres em suas faunas, fato de que a Nova Zelândia constitui o mais notável exemplo.

A área de distribuição dos Mamíferos terrestres, aquáticos e voadores ou de ocorrência de cada espécie é limitada. Os mares permitem maior expansão zoogeográfica e oferecem menos barreiras à dispersão que o ambiente terrestre, embora essa liberdade seja menor que aquela de que gozam as Aves. Nos continentes, os fatores limitantes são em maior número e as barreiras mais freqüentes, estabelecendo áreas mais estreitas, e são numerosas as espécies endêmicas.

Mamíferos terrestres, aquáticos e voadores

Continue aprendendo sobre CIÊNCIAS RESUMOS

Agora que você sabe tudo sobre Mamíferos terrestres, aquáticos e voadores, compartilhe esse resumo com os amigos!