Leopardo | Curiosidades e Habitat do Animal | Pantera | Resumo

leopardo

O leopardo (Panthera pardus, também conhecido popularmente como pantera) é um belo animal da família dos felídeos. A seguir, aprenda sobre o habitat e curiosidades sobre o felino em um resumo completo.

Definição do nome

Os antigos acreditavam ser o leopardo derivada do leão, donde o nome de leopardo: leo, leão, e pardus, leopardo. Mais recentemente estipulou-se chamar leopardo às variedades asiáticas e pantera às habitantes da África.

Reconhece-se, atualmente, existir uma só espécie, que possui a maior área de distribuição geográfica dentro do gênero Leo e que apresenta grande número de subespécies. Em realidade, leopardo e pantera são sinônimos.

Características do leopardo

O leopardo é, indiscutivelmente, um dos mais belos dos felídeos. Se o leão é tido como o rei dos animais, o tigre como o mais perigoso e a jaguatirica como o felino mais ricamente colorido, o leopardo supera-os a todos por sua graça, flexibilidade e agilidade.

Anatomia, tamanho e peso

O leopardo mede 1,75 m a 2,50 m de comprimento, incluída a cauda longa e delgada que chega a atingir um metro. Seu peso varia de 60 a 80 quilos. Possui cabeça redonda, focinho pequeno, pescoço curto e musculoso, e corpo possante, com peito amplo e flancos estreitos.

leopardo-peso

Os membros, robustos e bastante curtos, terminam em patas largas e redondas, dotadas de garras retráteis. Os caninos superiores atingem desenvolvimento considerável. O olho, amarelo com um reflexo verde, é dotado de pupila circular. A cor geral da pele não permite distinguir os machos das fêmeas nem os adultos dos jovens, mas pode diferir bastante nas várias raças.

Pelagem do leopardo

A pelagem do leopardo, de um amarelo mais ou menos claro segundo as raças, é quase branca na região ventral do corpo, onde o pelo se alonga. A face pode ser listrada. O resto do corpo é coberto de pequenas manchas escuras e características denominadas ocelos – cujo diâmetro varia entre o de uma ervilha e o de uma noz – que assumem na parte mediana do dorso o aspecto de anéis fechados ou abertos.

pelagem-do-leopardo

As manchas na superfície dorsal da cauda são irregularmente distribuídas, apresentando-se branca a parte ventral. A orelha exibe coloração cinza-escura na face externa, com uma mancha branca no ápice.

Em certos espécimes, como nos do leopardo da Somália, a cor fundamental é quase branca, ao passo que em outros se apresenta completamente negra, devido a um fenômeno de melanismo (pigmentação negra que é, de certa forma, o contrário do albinismo), muito comum nos Felídeos.

Pantera negra

O leopardo negro, mais conhecido como pantera negra, foi considerado, durante muito tempo, como uma raça distinta. De fato encontra-se às vezes, nas ninhadas de leopardos pintadas, unia ou duas crias cuja pelagem é negra.

pantera-negra-pelagem

Comportamento

O comportamento dos leopardos apresenta grandes variações individuais. Também o porte, a robustez do corpo e a cor da pelagem variam. Em geral pode dizer-se que os leopardos parecem gigantescos gatos pintados.

Distribuição geográfica

Graças à sua notável capacidade de adaptação, o leopardo é encontrada em regiões e climas os mais diferentes. Habita a maior parte da África, ao sul do Saara, e em quase toda a Ásia, do Cáucaso à região de Amur e da Sibéria à Insulíndia.

À primeira vista a pelagem do leopardo parece muito berrante para um animal que deve manter-se, durante muito tempo e pacientemente, de tocaia nas moitas e nas ramagens para surpreender a presa. Contudo os caçadores podem verificar que quanto mais densa for a folhagem das florestas onde vive o animal tanto mais escura será a tonalidade de seu pelame.

Habitat do leopardo

O leopardo frequenta tanto as florestas úmidas da África e da Mia como as estepes e as savanas. Nas regiões agrícolas estabelece-se comumente nos campos, plantações e capoeiras. Vive de preferência nas montanhas, onde as encostas cobertas de ervas lhe proporcionam bons esconderijos e alimento variado e abundante.

Na Abissínia vive entre os 2.000 e 3.000 m de altitude. Estabelece-se em geral próximo às habitações humanas. O leopardo é dotada de vitalidade, vigor e resistência excepcionais.

Curiosidades do leopardo

Consegue surpreender e alcançar os animais mais rápidos e mais cautelosos. Bom escansor, refugia-se nas árvores quando se vê perseguida. Excelente nadador, atravessa a nado largos cursos de água. Salta com facilidade. Cada movimento seu é flexível, ligeiro, preciso e coordenado.

leopardo-curiosidades

Vê-lo correr e saltar habilmente entre as árvores e moitas constitui sem dúvida um belo espetáculo. Animal temível, atribuem-lhe em muitas regiões da África o nome de tigre – como acontece com o jaguar na América – em virtude de sua força e agressividade.

Alimentação

Predador notável, em seu habitat o leopardo não hesita em atacar animais de tamanho maior que o seu. Mata suas vítimas fraturando-lhes as vértebras cervicais e em seguida degola-as e bebe-lhes o sangue. Depois de retirar e esconder as vísceras, que lhe fornecem as vitaminas indispensáveis que não pode sintetizar, carrega a carcaça paia cima de uma árvore, a fim de devorá-la à vontade.

Antílopes, chacais e animais domésticos de porte médio constituem o principal alimento do leopardo, embora ela aprecie também as Aves. Persegue os macacos mesmo nos galhos mais altos das árvores, atacando especialmente os Cinocéfalos, que, nas regiões onde não existem leopardos, nada têm a temer.

Predador notável

Quando ataca um rebanho recolhido em redil, faz verdadeiro massacre, podendo matar uma dúzia de ovelhas em uma só noite. Os pastores temem-na mais que a qualquer outra fera, dado que ela não se contenta com uma só presa. Degola o maior número possível de animais, e, uma vez saciado seu apetite, abandona no local as outras vítimas.

Comportamento do animal

Este felino é audacioso bastante para penetrar nas cidades e povoados, visitando frequentemente as casas de campo e as cabanas situadas na orla das grandes florestas. Não hesita em atacar um animal doméstico nem mesmo em presença do homem. Em numerosas regiões da África os nativos guardam suas criações em estábulos de madeira especialmente construídos para protegê-los dos ataques noturnos deste felídeo.

Período de reprodução

leopardos-filhotes

É antes da primavera, durante os meses de fevereiro e março, que a época de reprodução tem início. Vários leopardos machos se reúnem ao redor das fêmeas e, rosnando como gatos, mas com uma voz mais aguda e possante, empenham-se em combates ferozes. Mas, contrariamente ao que acontece entre outros felinos, o casal que então se forma dura apenas o tempo do acasalamento.

A gestação é de 90 dias. As ninhadas são de três a cinco crias, que abrem os olhos ao fim de dez dias. Graciosos e possuindo já manchas esboçadas na pelagem sedosa, os filhotes divertem-se entre si como os gatos e envolvem a mãe nos seus jogos. Esta dedica-lhes cuidados especiais.

Leopardo – curiosidades e habitat

Continue aprendendo com CIÊNCIAS RESUMOS

Gostou de aprender sobre o habitat e as curiosidades do leopardo? Compartilhe!L