Lagomorfos | Características dos Mamíferos | Anatomia e Resumo

lagomorfos

A principal característica da ordem dos lagomorfos reside na presença de dois pares de incisivos superiores e um par na mandíbula. Por trás dos incisivos maxilares, visíveis, existem outros dois, menores e colados aos anteriores.

Por essa razão, este grupo era classificado antigamente dentro da ordem dos roedores sob o nome de duplicidentados. Sua origem paleontológica ou filogenética é distinta da dos roedores, com os quais apresenta certas convergências notáveis.

Anatomia dos lagomorfos

De dimensões médias, os lagomorfos possuem uma pelagem densa. As vibrissas, ou pelos táteis, são desenvolvidas, especialmente sobre o lábio superior. A região nua em tomo das narinas e que se estende até o lábio tem a forma de um Y, cujos braços se orientam na direção das cavidades nasais.O pé do Y forma a fenda vertical do lábio superior, deixando entrever os incisivos. Possuem dentes, sendo os dianteiros de tamanho superior aos demais.

dentição-dos-lagomorfos

As características dos representantes dessa ordem são as seguintes:

  • Tamanho médio ou pequeno.
  • Dois pares de incisivos superiores, um anterior e um posterior, de crescimento contínuo e de tamanhos diferentes, separados dos molares por um espaço denominado diastema.
  • Perônio soldado à tíbia e articulado com o calcâneo.
  • Um ceco, provido de dobras em forma de espirais.

Características dos lagomorfos

Os Lagomorfos possuem um ceco notavelmente desenvolvido. Durante a noite excretam um tipo particular de excremento, uma espécie de pelota mole e mucilaginosa, rica em proteínas e contendo numerosas bactérias, a qual engolem imediatamente.

Esses microrganismos sintetizam vitaminas, essenciais ao animal. Deve-se notar que os Lagomorfos defecam, também, resíduos completamente digeridos, sob a forma de pequenas bolotas secas.

Habitat natural dos lagomorfos

Os membros desta ordem ocorrem em quase todo o mundo, sendo ausentes nas regiões meridionais da América do Sul, em Madagáscar, na região centro-oriental do arquipélago malaio e na Austrália.

No continente australiano foram introduzidos coelhos, com resultados desastrosos para a agricultura, o que constitui um dos exemplos clássicos de desequilíbrio ecológico provocado pelo homem. Nove gêneros e cerca de 63 espécies são reconhecidos e grupados em duas famílias: a dos Leporídeos e a dos Ocotonídeos.

Alimentação

alimentação-dos-lagomorfos

Os lagomorfos são animais predominantemente herbívoros, alimentando-se frutas e legumes. Além disso, alimentam-se de cereais, pequenos arbustos e do capim proveniente de seu habitat natural.

Reprodução dos mamíferos lagomorfos

O período de gestação dos mamíferos lagomorfos dura cerca de 30 dias, resultando em uma ninhada de aproximadamente 15 filhotes (no caso dos coelhos). Já as lebres, podem parir uma ninhada que geralmente traz a média de 3 filhotes.

Continue aprendendo sobre CIÊNCIAS RESUMOS