Boi Almiscarado | Fotos, Características, Filhote | Resumo

boi-almiscarado

O boi almiscarado (Ovibos moschatus) é, juntamente com a rena, o único ruminante que vive nas solidões geladas do Grande Norte.Nesse artigo você aprenderá tudo sobre o boi almiscarado em um resumo completo.

O boi almiscarado — que deve o seu nome ao forte odor de almíscar que lhe impregna a carne e a seu aspecto, que lembra o dos Bovinos — apresenta caracteres intermediários entre o boi, a cabra e o carneiro.

Habitat do boi almiscarado

O habitat do boi almiscarado limita-se atualmente ao norte do Canadá e à Groenlândia, mas, no Pleistoceno, os bois-almiscarados povoavam todo o norte da América, da Europa e da Ásia, como testemunham as ossadas fósseis descobertas junto com as do mamute e do rinoceronte lanoso. Essas ossadas parecem idênticas às dos animais atualmente vivos, mas na Europa e na Ásia o extermínio dos bois almiscarados remonta aos tempos pré-históricos.

Alimentação

O boi almiscarado é um animal tipicamente herbívoro, alimentando-se da pastagem disponível em seu habitat natural, assim como de frutas e pequenos arbustos.

Comportamento do boi almiscarado

Nessas vastas regiões desoladas, o boi almiscarado vive em rebanhos que podem atingir uma centena de cabeças. Antes da invenção das armas de fogo, a vida gregária contribuía para a sobrevivência da espécie. Em caso de ataque, o rebanho formava um círculo de defesa em volta dos filhotes.

boi-almiscarado-pelagem

Este procedimento, muito eficaz contra os lobos, é, em contrapartida, prejudicial quando usado contra o homem, que pode destruir o rebanho inteiro sem a menor dificuldade, uma vez que os animais não procuram fugir. Os rebanhos de boi almiscarado são em geral compostos de muitas fêmeas e poucos machos, no máximo 2 ou 3 touros adultos; quando os touros jovens se aproximam da maturidade, são afastados do rebanho pelos machos velhos.

É comum que se reúnam em pequenos bandos até que fiquem bastante fortes para atacar os velhos machos e tomar-lhes o lugar à frente do rebanho. Estes últimos levam uma existência solitária.

Características

O gênero Ovibos, de que é o único representante, está tradicionalmente classificado entre os Caprinos, mas poderia ser igualmente colocado entre os Bovinos Dos Caprinos, o boi almiscarado tem o focinho coberto de pelos, a cauda curta e as duas mamas, mas suas dimensões fazem-no parecido com os Bovinos.

Medindo de 2 m a 2,60 m de comprimento (de que só 10 cm, cabem à cauda), sua altura no garrote pode atingir 1,50 m e seu peso vai de 320 a 410 kg. O tronco possante e maciço do boi almiscarado repousa em membros curtos e robustos e apresenta uma pequena saliência à altura das espáduas.

boi-almiscarado-alimentação

O pescoço é curto e grosso e os pelos ocultam a cauda rudimentar. A cabeça, muito maciça, é relativamente estreita e alta. Os cornos recobrem quase toda a fronte. Muito largos e achatados na base, onde são tão próximos que apenas um sulco estreito e profundo os separa, encurvam-se para baixo como os dos bois.

Por volta da metade de seu comprimento apresentam saliências de bordos finamente estriados. Os cascos mostram-se grossos, redondos e de cor escura, sendo os cornos, ao contrário, de um belo cinza-claro.

Pelagem do boi almiscarado

A pelagem, extremamente fornida, é composta de uma parte de pelos cerdosos bruno-escuros e mais ou menos ondulados, que quase atingem o chão protegem o animal da chuva, da neve do vento.

Além deles há um sub-pelo lanoso, macio e fino, de cor bege e de tal modo cerrado que nem o frio nem a umidade podem penetrá-lo. A fronte e o ventre são negros, os membros muito claros. Os sentidos do boi almiscarado, bem desenvolvidos, se bem que a orelha seja em parte dissimulada pela pelagem, contribuem todos, conto nos Caprinos, para a realização de um sistema de alarma muito eficaz.

Período de reprodução e filhotes

Na época do cio, os machos disputam duramente as fêmeas. Entregam-se a combates furiosos que, apesar da violência aparente, não têm consequências sérias. Nesta época os machos desprendem um cheiro particularmente virulento e mostram-se tão ciumentos que perseguem até as aves que se aproximem muito de suas fêmeas.

boi-almiscarado-filhote

O acasalamento ocorre por volta de fins de agosto, e 9 meses depois – isto é, no fim do mês de maio seguinte – a fêmea dá à luz, ano sim ano não, apenas um filhote, que pesa cerca de 7 kg e mede 45 cm no garrote. Uma hora ou duas após seu nascimento, ele já é capaz de seguir a mãe sem dificuldade.

Esta cuida dele com solicitude e defende-o corajosamente. As fêmeas têm a primeira cria com a idade de 5 anos, sendo de 20 anos a duração máxima de vida do boi almiscarado.

Comportamento do boi almiscarado

Os rebanhos que habitam as regiões mais setentrionais do continente americano passam geralmente o verão nas proximidades dos rios, mas, com a chegada do outono, descem para o sul, onde se juntam em rebanhos mais consideráveis.

Quando o gelo está suficientemente espesso, migram em longas filas de uma ilha para outra, sempre em busca de um pouco de alimento, desconhecendo-se a amplitude dessas migrações.

Por outro lado, parece que nas regiões mais setentrionais os bois-almiscarados jantais abandonam completamente a sua morada habitual, mesmo no auge do inverno, ocasião em que, para achar seu alimento, o boi almiscarado deve quebrar a espessa camada de neve que cobre o solo.

boi-almiscarado-onde-vivem

A frugalidade inteiramente excepcional desses animais torna-os capazes de suportar os terríveis invernos dessas latitudes, durante os quais percorrem, prudente e lentamente, infindáveis extensões de neve para atingir os locais em que esperam achar com que se nutrir. Depois que a neve funde o alimento deixa de faltar, mas outras dificuldades esperam os bois-almiscarados.

Hábitos

Após o longo inverno, durante o qual subsistiram com muita dificuldade, eles procuram avidamente os renovos que a primavera faz repontar, mas são cruelmente atormentados pelos insetos, devendo, além disso, passar pelo penoso período da muda de pelos, particularmente difícil, dada a própria natureza do seu velo.

Devorados pelos insetos, os pobres animais rolam na lama para tentar formar uma crosta que os proteja dos parasitos. Ao que parece, até que a muda termine eles se confinam em espaço restrito. Depois voltam à tranquilidade habitual e percorrem de novo, sem parar, seu monótono habitat.

Curiosidades sobre o boi almiscarado

Apesar de seu aspecto maciço, os bois almiscarados são de uma agilidade e vivacidade que poderiam rivalizar com as dos antílopes. Grimpam nos rochedos com a ligeireza de uma cabra, escalam sem dificuldade as escarpas mais abruptas, e os precipícios mais impressionantes não lhes dão vertigem. Permanecem agrupados nos terrenos mais acidentados, como aliás fazem todos os animais que vivem em rebanhos.

curiosidades-sobre-o-boi-almiscarado

Se agissem de outra forma, os últimos seriam bombardeados por uma avalanche de pedras deslocadas pelos que os precedem. Apesar de seu forte odor, a case do boi-almiscarado é consumida pelos esquimós. Servindo-se outrora de sua pele para vestimenta, os esquimós utilizavam ainda os cornos do animal para fabricar arcos.

Embora tenha sempre sido caçado encarniçadamente, o boi almiscarado nunca aprendeu a considerar o homem como inimigo. Sua notável adaptação às condições da vida ártica fizeram com que o boi almiscarado fosse implantado na ilha Nunivak, no Alasca, onde constitui fonte de alimento.

Boi Almiscarado – animal resistente

Continue aprendendo sobre CIÊNCIAS RESUMOS

Gostou desse resumo sobre o boi almiscarado? Compartilhe!