Cateto, Animal Silvestre | Habitat | Caititu | Resumo

cateto-caititu

O cateto (Tayassu tajacu), animal silvestre também conhecido como caititu ou pecari-de-coleira é um pequeno mamífero da família dos suínos. Nesse artigo você aprenderá tudo sobre o cateto em um resumo completo.

Características do cateto

O cateto parece um pequeno queixada com 95 em de comprimento e 45 em de altura. Apresenta focinho curto e corpo afilado. Os pelos são longos e espessos, alongando-se um pouco mais sobre as orelhas e a linha mediana do dorso, sem que entretanto se possa dizer que constituem uma verdadeira crina.

A cor geral da pelagem é de um bruno-anegrado estriado de branco, com uma faixa branca no pescoço em forma de colar. A glândula dorsal segrega continuamente um líquido cujo odor é de tal modo infecto que os caçadores extirpam as glândulas logo que os animais são mortos, sem o que a carne se tornada intragável.

Este odor tem certamente um grande papel no reconhecimento individual, porque os caititus freqüentemente esfregam o focinho nas glândulas de seus congeneres.

Habitat do cateto

O cateto, sem dúvida o mais comum dos pecaris e o mais amplamente difundido, é encontrado no sudoeste dos Estados Unidos, na América Central e na América do Sul, ocorrendo desde o Texas, Novo México e Arizona, ao norte, até a Patagônia, ao sul. Habita as regiões desérticas, as estepes áridas e as florestas menos altas até 1.000 m de altitude.

cateto-habitat-natural

Em geral, desloca-se em varas de 5 a 15 indivíduos, nas quais os dois sexos se misturam. Estas varas não parecem ter chefe determinado. Segundo se pensa, o odor da glândula que segrega o almíscar desempenha um papel nos movimentos do bando.

Comportamento

Não sendo atacados, os catetos não se mostram agressivos; mas, se um dos membros do grupo é ferido ou perseguido, toda a vara pode passar ao ataque. Os cães, os coiotes e mesmo os linces não levam muitas vezes vantagem nesse tipo de confronto.

Ativos sobretudo durante as horas mais frescas do dia e à noite, os catetos nutrem-se de frutos e de raízes. Nas regiões habitadas, invadem muitas vezes as plantações e destroçam colheitas. Além dos alimentos vegetais, também comem cobras (cujas mordeduras não parecem incomodá-los), lagartos, vermes e larvas. Parecem ter olfato e audição muito agudos, sendo a vista mais fraca.

Hábitos

Os catetos são bastante sedentários. Moram em moitas cerradas e abrigam-se por vezes numa furna, numa fenda ou num tronco oco de árvore. Ao que parece, não se afastam muito de seu local de-nascimento e seu território talvez não exceda 5 km de raio.

cateto-animal

Alimentação do cateto

O cateto alimenta-se de uma dieta bastante eclética, que vão desde legumes e frutas até pequenos animais.

Período de reprodução

Os acasalamentos de catetos ocorrem durante todo o ano, mas os nascimentos são particularmente numerosos no verão. A gestação dura entre 142 e 148 dias, sendo as ninhadas de. 1 a 4 filhotes, mais comumente de 2. As fêmeas podem ter 2 parições anuais, que ocorrem na fissura de uma rocha, num oco de árvore, na toca de outro animal ou mesmo numa moita fechada.

Desenvolvimento dos filhotes do cateto

Os filhotes do cateto começam a andar poucas horas após o nascimento e, no dia seguinte, já são capazes de seguir a mãe em seu retomo ao bando. O aleitamento dura de 6 a 8 semanas. Ao contrário dos jovens javalis, a que muito se assemelham, os filhotes de cateto não são raiados. Tornam-se independentes com 3 meses de idade, sendo a duração de vida de 20 anos.

Cateto, animal em seu habitat natural

Continue aprendendo com CIÊNCIAS RESUMOS

Gostou desse artigo sobre o cateto (caititu)? Compartilhe!