Iaque, Animal Ruminante | Onde Vivem | Características, Peso | Resumo

iaque

O iaque (bos grunniens) é um grande ruminante que apresenta certas analogias com o bisão, embora seu corpo seja mais alongado e seus membros menos fortes. A seguir você irá aprender tudo sobre o iaque em um resumo completo.

Características do iaque

A cabeça, muito grande, adelgaça-se gradualmente até o focinho. Os cornos que começam por se encurvar lateralmente para trás, voltam-se depois para cima. O pescoço é curto e possante, mostrando-se delgado ao nível das espáduas e intumescido no meio.

A cauda, muito longa, termina por um abundante tufo de pelos que cai até o chão. Os membros são curtos e robustos. O velo do iaque é formado de pelos longos e finos, crespos e ondulados sobre a fronte e na cabeça. Estes pelos pendem com frequência sobre a face, alongando-se pelo garrote e pelos flancos em abundante crina ligeiramente ondulada que, por vezes, chega a tocar oi chão.

iaque-selvagem-wild-yak

Tamanho e peso do iaque

Os indivíduos adultos são de um belo negro-mate com reflexos abrunados no dorso e nos flancos. A altura do macho, medida na espádua, pode atingir 1,90 m. Os cornos têm de 89 a 90 cm de comprimento, podendo o peso ir além de 500 kg.

Onde vivem os iaques

O iaque habita as montanhas da Asia Central e sobretudo o alto platô do Tibete, de preferência entre 4.000 e 6.000 m de altitude. Região inóspita de vegetação pobre e escassa, o iaque encontra nela meios com que saciar suas necessidades alimentares, ao passo que nenhum outro Bovino poderia aí sobreviver.

Os machos adultos vivem isolados ou em pequenos grupos de alguns indivíduos. As fêmeas, seus filhotes e os iaque machos jovens formam rebanhos que se espalham para pascer nas magras pastagens da área que habitam, reagrupando-se na hora do repouso ou quando as terríveis tempestades que varrem os altos platôs os obrigam a deitar-se no solo para resistir à força do vento.

onde-vivem-os-iaques

Logo que o olfato – que é seu único sentido desenvolvido – lhes aponta um perigo, os iaques cerram suas filas e põem os filhotes no centro do rebanho, enquanto alguns adultos – machos e fêmeas – partem em reconhecimento, tomando direções diferentes, a fim de averiguar a natureza do perigo.

Alimentação dos iaques

Os iaques são animais predominantemente herbívoros, alimentando-se de pastos, pequenos arbustos e ocasionalmente legumes e frutas.

Comportamento

Os iaques gostam de-repousar no flanco norte das montanhas ou nas gargantas profundas, de modo a evitar o sol, pois temem muito mais o calor que o frio. Quando à sombra, deitam-se de preferência na neve e, se esta não existe, escarvam a superfície endurecida para encontrar uma cama mais fresca. Animais que não podem passar sem agua, os iaques entretanto contentam-se, na falta da mesma, simplesmente com a neve.

iaque-peso

Se pode rivalizar em agilidade com os carneiros e os cabritos-monteses na montanha, em terreno plano o iaque não é muito rápido. Em geral lento e preguiçoso, este animal muda completamente na época do cio, que ocorre em setembro e tem a duração de um mês. Neste período os machos ficam em permanente estado de agitação, tanto de dia como à noite.

Hábitos

Os solitários juntam-se aos rebanhos e correm soltando mugidos sem parar. Quando dois machos se encontram, lutam furiosamente. O iaque torna-se adulto com 7 ou 8 anos, sendo sua duração de vida de cerca de 25 anos.

Os tibetanos domesticaram este animal há séculos e, provavelmente, não existem mais iaques realmente selvagens. Sobre os altos platôs desérticos e gelados, o iaque, frugal e resistente, serve como animal de sela e de carga. O leite e a carne do laque doméstico são deliciosos.

Curiosidades sobre o iaque

Sua pele, curtida, fornece couro e correias, enquanto que com seus pelos se podem fabricar diferentes tipos de cordas. Os pelos muito finos da cauda, tecidos com fios de prata, transformam-se em preciosos caça-moscas, utilizados somente em cerimônias religiosas. Mas o produto mais precioso do iaque será talvez seu excremento, pois é o único combustível que se pode encontrar nas regiões áridas.

Continue aprendendo sobre CIÊNCIAS RESUMOS

Gostou desse resumo sobre o iaque? Compartilhe!