Coelho | Curiosidades | Reprodução e Período de Gestação | Resumo

curiosidades-sobre-os-coelhos

Os coelhos, assim como as lebres, fazem parte da ordem dos mamíferos lagomorfos. Nesse artigo você aprenderá curiosidades sobre o coelho, suas características, reprodução e período de gestação em um resumo completo.

Características do coelho

O coelho (Oryctolagus cuniculus) difere bastante das lebres. De tamanho menor, tem o corpo mais esbelto. A cabeça, as orelhas e os membros posteriores são mais curtos. Mede, em média, cerca de 40 cm, sendo seis ou sete da cauda. A unha dos artelhos é fendida.

Habitat

O coelho é originário do sul e sudoeste da Europa. Graças ao homem, multiplicou-se e dispersou-se através do continente europeu e foi introduzido em outros continentes. Em estado silvestre, habita regiões arenosas, cobertas de pequenas colinas, de rochedos ou de bosques pequenos, e escavadas por ravinas.

Comportamento

O coelho permanece constantemente alerta. Se fareja perigo, raspa vigorosamente o solo com as patas posteriores para advertir os companheiros. Quando está tranquilo, desloca-se sempre por meio de pequenos saltos. Para fugir, corre sempre-em ziguezague.

Animais gregários por natureza, é o coelho mais velho e forte da comunidade que domina os demais e lidera o grupo.

Reprodução e período de gestação do coelho

A época de reprodução tem início em fevereiro ou março e o período de gestação dura de 28 a 30 dias. A fêmea pare uma ninhada, composta de quatro a doze filhotes, cada cinco semanas. Os recém-nascidos vêm à luz no abrigo simples, que, forrado de pelos que a mãe arranca do próprio corpo, é quente e confortável.

reprodução-e-periodo-de-gestação-dos-coelhos

Nascem nus, de olhos fechados e incapazes de caminhar, cinco a oito meses após já estão aptos a reproduzir. Entretanto, não atingem seu desenvolvimento completo aos doze meses. Os cuidados maternos têm curta duração. Depois de terem dado à luz, as fêmeas fecham com terra o abrigo sumário e regressam ao abrigo conjugal.

Amamentam as crias à noite, mas somente durante três semanas. Como acontece com muitos outros mamíferos, a mãe come, após o parto, a placenta e as membranas fetais, ricas em hormônios.

Curiosidades sobre o coelho

Os coelhos têm dois tipos de abrigo: o primeiro, que lhe serve de morada, compõe-se de uma câmara bastante profunda, a que dão acesso muitas galerias, escavadas em ângulos retos. Cada casal tem o seu próprio abrigo, não tolerando intrusos.

Mas, como os coelhos vivem em grupos, as galerias de diferentes abrigos comunicam entre si quando a área comunitária é reduzida. Túneis e câmaras são bem cuidados e os excrementos depositados no exterior. Os abrigos e seus limites são marcados por secreções odoríferas, mas os coelhos não e defendem contra invasões.

O segundo tipo de abrigo é reservado à criação: consiste numa toca simples escavada na terra, sem galerias laterais e de pouca profundidade. O coelho permanece escondido durante quase todo o dia. Ao final da tarde, sai em busca de alimento, mas mostra-se sempre bastante prudente.

Alimentação do coelho

alimentação-dos-coelhos

A alimentação do coelho é semelhante à da lebre: trigo verde, luzerna, beterraba, couve. Mas aprecia as cascas das árvores, sobretudo no inverno, causando prejuízos às florestas. Em grande número, esses animais podem devastar plantações inteiras.

Continue aprendendo sobre CIÊNCIAS RESUMOS

Gostou de aprender as curiosidades sobre os coelhos? Compartilhe!