Chita (Guepardo) | O Animal Mais Veloz do Mundo | Resumo

chita

O chita (também conhecida como guepardo) é o animal mais veloz do mundo. Nesse artigo você irá aprender tudo sobre esse felino em um resumo completo.

Fisiologia do chita / guepardo

O chita (Acinonyx juhatus) é um carnívoro excepcional: ocupa uma posição intermediária entre Felídeos e Canídeos. Merecia, então, o nome de Cynailunis, dado outrora a seu gênero, e que significa gato-cão. A cabeça manchada e a longa cauda aproximam-no dos Felídeos, enquanto o resto do corpo é típico dos Canídeos.

Como nestes últimos, os membros são longos e os pés dotados de garras semi-retráteis, sujeitas portanto ao desgaste como as dos canídeos e menos adaptadas à preensão das presas que as dos outros felinos. Mas isso é apenas uma questão de convergência que se deve à notável adaptação deste animal à corrida. De fato, o chita não tem parentesco próximo com os canídeos. Pode ser facilmente amansado e, como eles, acostuma-se ao cativeiro.

Características

Seu corpo é delgado é ágil e seus membros mais alongados que os dos Felídeos típicos. Tem cabeça pequena, focinho um tanto alongado, orelha expandida mas de pequena proporção e olho que se caracteriza por uma pupila redonda. O pelo, curto, é um pouco eriçado, principalmente no dorso, e de cor variável.

guepardo

Exibe coloração geral amarelo-clara, salpicada de manchas redondas pretas e castanhas, muito juntas e quase unidas no dorso, formando anéis na extremidade da cauda. Uma crina, mais ou menos longa, se destaca na nuca. O corpo pode atingir 1,50m de comprimento e a cauda até 75 cm. A altura, na espádua, é de um metro.

Distribuição geográfica do chita

Este felídeo ocorria da índia à Arábia, incluindo a Ásia ocidental, e era mais conhecido na África. Atualmente, é raríssimo na Índia e raro na África. Os chitas abrigam-se de modo geral nas cavidades naturais das rochas das colinas baixas, próximo dos locais frequentados pelos antílopes, suas presas preferidas.

Chita, o animal mais veloz do mundo

O chita é o animal mais veloz do mundo. É uma das razões pelas quais ele não sente necessidade de se esconder em florestas inacessíveis: com alguns saltos rápidos escapa a qualquer perseguição. Pode atingir a velocidade de aproximadamente 110 km/h, mas apenas durante alguns segundos.

Além disso, é extremamente ágil. Partindo da imobilidade, o chita pode atingir os 100 km/h em 3 segundos. Para se ter uma ideia do quanto é rápido, um Ferrari Enzo (um dos mais velozes carros esportivos já produzidos) consegue cumprir o zero a 100 em 3,65 segundos.

Alimentação

Sua alimentação é constituída principalmente de Ruminantes de tamanho pequeno ou médio, que captura com extraordinária habilidade. Quando um chita descobre uma manada de antílopes ou de gazelas pastando tranquilamente, agacha-se e aproxima-se rastejando, com movimentos cautelosos e silenciosos, a fim de não alarmar a caça.

Avança sempre contra o vento. Sempre que o antílope que está de sentinela levanta a cabeça para inspecionar os arredores, o chita para incontinenti, permanecendo imóvel. Em seguida recomeça sua cautelosa marcha, escolhe o animal que lhe parece mais fácil de atacar e salta sobre ele de surpresa.

animal-mais-veloz-do-mundo

Se a vítima consegue escapar, lança-se em sua perseguição e alcança-a em poucos momentos. Então, com alguns golpes de suas patas nos membros da presa, joga-a por terra e morde-lhe a garganta.

Habilidades de caça do chita

Observou-se, no parque de Nairóbi, uma família de chitas que caçava de sociedade com uma matilha de chacais. Estes faziam o papel de batedores, levantando a caça. Ambos pareciam tirar proveito dessa associação.

O chita devora a presa no lugar em que a abate, iniciando pelo coração e rins. Em seguida come as cartilagens da cabeça e do pescoço. Não esconde as entranhas, como fazem a pantera e o leão. Como ficou dito, a rapidez do chita, na corrida, é de curta duração: sem grande resistência, o animal logo se cansa, podendo ser alcançado por um bom cavalo.

Mas é um saltador notável, podendo ultrapassar obstáculos de quase três metros de altura. Entretanto, é incapaz de subir em árvores.

Curiosidades sobre o chita

O homem aproveitou-se, desde a antiguidade, da esperteza, agilidade e rapidez excepcionais desse animal, utilizando-o como auxiliar em suas caçadas. Nas Índias Orientais, por exemplo, o chita é considerado, nas grandes expedições, como um batedor eficaz. Também na Europa este animal foi utilizado em caçadas.

curiosidades

Ao contrário do que sucede com outros animais, não se pode ensinar um chita jovem a caçar para o homem. Só os adultos podem ser iniciados, mas é necessário que gozem de liberdade de ação e sejam confiados aos cuidados de caçadores experientes.

Comportamento do animal

Em toda a família dos Felídeos dificilmente haverá outro animal tão dócil como o chita. Atado a uma corda, não tenta cortá-la com os dentes nem rompê-la com golpes de suas garras. Nunca ataca seus tratadores, permitindo que eles se aproximem e o acariciem. De temperamento calmo, é capaz de permanecer imóvel durante horas a fio, ronronando, como se olhasse fixamente para alguma coisa em sua frente ou como se estivesse sonhando.

Nesses momentos, galinhas, cabras e carneiros podem passar impunemente junto a ele sem que o animal lhes preste a menor atenção. Outros carnívoros, entretanto, despertam-no de seu torpor aparente. Logo que percebe a presença de um cão, deixa de ronronar, fixa o olhar no intruso, levanta as orelhas e lança-se sobre ele de um salto.

Reprodução do chita

A fêmea pode dar à luz duas ninhadas por ano, de duas a quatro crias cada uma. O período de gestação é de 95 dias.

Chita vs Formula E

Continue aprendendo sobre CIÊNCIAS RESUMOS

Gostou de conhecer o animal mais veloz do mundo? Compartilhe!