Caracal | Gato do Deserto | Curiosidades Sobre o Animal | Resumo

caracal

O Caracal (Felis caracal), também conhecido como Gato do Deserto, é um belo felídeo, da mesma família do gato doméstico. A seguir, suas características e curiosidades em um resumo completo.

Características do caracal

O caracal mede cerca de 65 a 75 cm de comprimento e, em média, 40 a 45 cm de altura. A cauda mede aproximadamente 25 cm. Verdadeiro gato do deserto e da estepe, é dotado de uma conformação que o habilita a viver neste ambiente. Seu corpo é mais delgado que o do lince-nórdico, o que o toma um excelente corredor.

As longas orelhas pontudas, ornadas de tufos peludos, melhoram ainda mais a agudeza de sua audição. Sua pelagem densa, de um amarelo-ferruginoso, harmoniza-se perfeitamente com a cor geral do deserto. O ventre e a garganta são quase brancos. O lábio superior é encimado por uma mancha ou uma listra negra. O pelo é mais ou menos claro, segundo as regiões onde habita o animal. Ele nasce manchado, desaparecendo as manchas ao fim de alguns meses.

Habitat natural do Caracal

A área de distribuição deste gato do deserto é muito vasta. Vive em toda a África, na Ásia meridional, do Turquestão russo à índia, na Ásia Menor e na Arábia. Prefere as regiões desérticas e parece evitar as florestas.

Comportamento e alimentação

Os nativos que habitam as estepes da Núbia meridional acreditam que os caracais vivem solitários e caçam pequenos mamíferos e aves.Os hindus asseguram que ele persegue também os antílopes.

Curiosidades sobre o gato do deserto

Levando em conta seu tamanho modesto, o gato do deserto é, certamente, guardadas as devidas proporções, o representante da família dos Felídeos que oferece mais dificuldade para amansar. Em cativeiro não revela jamais o menor sinal de submissão.

gato-do-deserto

Basta que alguém se aproxime de sua jaula para desencadear-lhe a cólera e expor-se a um ataque. Seus olhos chamejam com uma tal intensidade que se compreende porque os antigos descreveram seu olhar como hipnótico.

Os próprios egípcios, que tinham pelo gato do deserto uma simpatia toda particular, representando-o sempre nos seus monumentos e chegando até a embalsamar seu cadáver, não conseguiram nunca domesticá-lo.

Dizia-se que os asiáticos da antiguidade o treinavam para a caça, como o guepardo. Atualmente, o caracal é ainda treinado na Índia para caçar toda espécie de presa. É particularmente eficaz contra cervos, antílopes, raposas, lebres e diversas aves.

Reprodução do caracal

Assim como os gatos domésticos, a gestação de um caracal dura em média 65 dias, dando cerca de 5 filhotes. A mãe costuma acompanhá-los até a idade adulta, quando já estão aptos a caçar sozinhos.

Caracal – Gato do Deserto

Continue aprendendo sobre CIÊNCIAS RESUMOS

Gostou desse artigo sobre o caracal – gato do deserto? Compartilhe!